in

Black Alien – Pique Peaky Blinders (Clipe Oficial)




Música: “Peaky Pique Blinders” – Black Alien
Black alien / Papatinho
Produção: Papatinho / Black Alien
Programação de bateria , percussão, baixo, sintetizadores , samples/mpc : Papatinho
Engenheiro(s) de Mixagem e Masterização: 2F-UFLOW
Engenheiro(s) de gravação : Chopp / Dj Gustah
Estúdio: Papatunes Studios, Rio de Janeiro / Estudio do Gustah, São Paulo

Selo: Extrapunk Extrafunk
Uma produção: Extrapunk Extrafunk por Gustavo Black Alien, Marina Deeh
Assistente Lara Fernandes
Design Noelle Fernandes

Direção: Premier King
Roteiro: Premier King e Black Alien
1 Assistente de Direção: Pietro Godinho
2 Assistente de Direção: Bruna Buniotto
Direção de Fotografia: Premier King
1 Assistente de Câmera: Fernando Tavares
2 Assistente de Câmera: Rafael de Moraes
3 Assistente de Câmera: Ygor Carvalho
Logger: Ygor Carvalho
Making off: Bruno Zambon
Direção de Produção: Carol Taveira
1 Assistente de produção: Laís Leite
Coordenação de set: Rogério Dreger
Assistente de set: Cidinho, Hugo Medeiros
Produtor de Locação (Casa Principal): Higor Carvalho
Direção de Arte: Keops e Raony
Contra Regra: Adílio de Oliveira
Efeitos Práticos: Kapel Furman
Assistente de Efeitos Práticos: Michele Rodrigues
Chefe De Elétrica: Jailson Lessa
Assistente de Maquinária: Saulo Fagundes, Gustavo Lessa
Stylist: Marília Salgueiro
Assistente De Stylist: Rafaela Oliveira, Taynara Nunes
Make Up: Laila Tavares
Assistente De Make Up: Ryslla Reis
Direção de Arte, Animação 3D, VFX e SFX : Tonto
Modelagem e Materiais 3D: Ralez
Renderings: Occulted
Mit Refeições: Alimentação
Elenco
Black Alien
José Paulo Da Rocha
Rebeca – Assasina
Murilo Weishaupt
Thainá Mendes Da Silva
Rogerio Dreguer
Eduardo Camilo
Lucas
Gabriel
Higor
Xavão
Ricardo Lopes
Bley Amorim
Lucas Dias
Carol
Fabricio Jr
Vitor Linhares
Kendy
Lumy
Alex Reis
André Thomazo
Fabricio Jr
Sonia Regina De Marchiori Kaskanlian
Bruno Zambon

Letra
Quando me enterraram deram terra pra semente, irmão
Híbrido raro quebra o que quer que acimente o chão
Cada um sabe o que tem que fazer, e adivinha só
Não faz o que tem que fazer também, desses não tenho dó
Visto máscaras do Jason, não consigo mais tirar
Frito inimigos que nem bacon, me diz quem vai me tirar
Se devolvo na mesma moeda, gosto de brincar com a comida prolongando a queda
A vida é bela poxa, olha pra cara desses trouxa
Nem escuto, ela tapa meus ouvidos com seu par de coxas
Do camarote sem brahma o mundo dá volta e eu tô vendo
Acham que passou batido, a vida passa batendo
E só respiram porque eu deixo
Filhos da puta são filhos de alguém, e quando eu respiro é um boxe no seu queixo
Satisfação quebrar mas eu não fecho
Não vivo de satisfação, so I can get no satisfaction

Silent assassin, quiet money maker
Tu sabe que é assim
Cê na Colômbia, eu na Jamaica
Tomo meu café na fé que sempre me conduz
Todo mundo ama o Cris, todo mundo odeia o Gus

Silent assassin, quiet money maker
Tu sabe que é assim
Cê na Colômbia, eu na Jamaica
Tomo meu café na fé que sempre me conduz
Todo mundo odeia o Cris, todo mundo ama o Gus

Aumenta o som que aqui é BlackAlien
Aumenta o som porque guerra é war
Aumenta o som que aqui é Black Alien
Paz na Terra porque guerra é uó
Mas se me der guerra eu quero mais,
Mas se me der guerra eu quero mais

O paraíso e o inferno sim, são estados portáteis
Visto um belo terno pra isso, sinto saudades saudáveis
Bólo formas de tê-los no forno, formas formidáveis
Picados no picador de gelo pique Peaky Blinders
Cretinos na cidade eu passo com calma
Já passei da idade, sua alma no microondas da comunidade
Só dor, direto pro Criador, não se cria com Aquele que sabe fazer perguntas de verdade
À meia noite eu tô nos mix mix mixes
Eles no açoite entregues aos six six sixes
Eu no sex sex sex em tela grande nos pixels, taco fogo no set, cuspo versos que nem mísseis
Pois a vingança é um prato que a gente come frio
Alto verão, devoro ratos que nem sorvetes no Rio
Amordaçados na mala do Kadett, a vida por um fio
Olha bem pra mim e vê que eu só sorrio

Silent assassin, quiet money maker
Tu sabe que é assim
Cê na Colômbia, eu na Jamaica
Tomo meu café na fé que sempre me conduz
Todo mundo ama o Cris, todo mundo odeia o Gus

Silent assassin, quiet money maker
Tu sabe que é assim
Cê na Colômbia, eu na Jamaica
Tomo meu café na fé que sempre me conduz
Todo mundo odeia o Cris, todo mundo ama o Gus

Aumenta o som que aqui é BlackAlien
Aumenta o som porque guerra é war
Aumenta o som que aqui é Black Alien
Paz na Terra porque guerra é uó
Mas se me der guerra eu quero mais,
Mas se me der guerra eu quero mais

Source

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Alien TV Series Will Have Big Surprises For Fans

CHICO XAVIER E OS EXTRATERRESTRE COM LUIS HU RIVAS (PERU)